Geração sapatilha

Ninguém duvida que as sapatilhas são o sapato desse século, né? Adoradas por meninas e mulheres das mais variadas faixas etárias, profissões e classes sociais, elas saíram dos pés das bailarinas para os das divas de cinema mais marcantes do último século, Brigitte Bardot e Audrey Hepburn, que as usavam como seus sapatinhos confortáveis de todos os dias. Daí para virar o novo sapato-desejo de todas as mulheres foi uma questão de tempo. Bem pouco tempo, aliás.

O ano do “nascimento” da sapatilha como sapato de uso cotidiano é 1956. Há quem diga que a primeira aparição pública do modelo fora dos palcos de balé foi nos pés de Bardot, no filme E Deus criou a mulher. Outros juram que foi Hepburn quem o estreou, usando suas sapatilhas com calças capri.

Geração Sapatilha

Nos anos seguintes, as sapatilhas viraram ícone. Até que chegaram os anos 70 e as plataformas, e o sapato foi deixado meio de lado. Seu resgate aconteceu no final dos anos 90. Kate Moss, com seu visual casual-moderno-irresistível e suas inseparáveis sapatilhas pretas, recolocaram o sapato no posto de clássico, para felicidade geral.

Atualmente, esses sapatinhos rasteiros e confortáveis seguem as tendências das passarelas e a cada estação ganham as cores, os acabamentos e as estampas da vez. Em 2012, os tons pastel, os beges, os materiais naturais e os vazados é que vão dar o que falar.
Difícil resistir, não é mesmo?

Comentário(s)

4 comentários sobre “Geração sapatilha

  1. Agora que fiquei sabendo que meu ídolo feminino BRIGITTE BARDOT usava estas sapatilhas, vou comprar várias. Pois ela, alé de ser uma mulher lindissima, é um exemplo pelo que faz em prol dos animais e ainda por cima usava sapatilhas, pena que na época não existia esta nossa ótima marca, não é?.
    VIVA AS SAPATILHAS DA BOTTERO E VIVA A DEUSA BRIGITTE BARDOT!!!!!!

    Uhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *